III Simpósio em Oncologia do HCP reúne mais de 300 participantes

Gostou? Compartilhe com seus amigos.

3-simposio-5.JPGMais de 300 profissionais e estudantes participaram do III Simpósio em Oncologia (Foto: Gustavo Penteado)

Consolidado como evento no calendário médico pernambucano, o Simpósio em Oncologia do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) garantiu um recorde de público em sua terceira edição, realizada nos últimos dias 18 e 19. Ao todo, mais de 300 pessoas, entre participantes e palestrantes, compartilharam informações sobre a prática clínica e a abordagem multidisciplinar do tratamento de pacientes com câncer. O evento, que discutiu as inovações relacionadas ao tratamento oncológico, foi realizado no Hotel Courtyard by Marriott, em Boa Viagem.

“É com muita satisfação que recebemos vocês para o 3º Simpósio em Oncologia, que é uma oportunidade para trocarmos experiências e conhecimentos sobre o futuro dos tratamentos oncológicos. Esse evento também vem para consolidar e fortalecer o ensino e a pesquisa dentro da nossa instituição”, declarou o superintendente geral do HCP, dr. Hélio Fonsêca, durante a abertura do evento. Dr. Hélio também agradeceu aos apoiadores e à comissão organizadora do evento.

3-simposio-1.jpgSuperintendente Geral do HCP, dr. Hélio Fonsêca reforçou a importância do evento (Foto: Gustavo Penteado)

Logo em seguida, o superintendente de Ensino e Pesquisa da instituição e presidente do III Simpósio em Oncologia, dr. José Peixoto, apresentou, de forma resumida, os trabalhos que são desenvolvidos pela superintendência. Entre os presentes no evento, a diretora Geral do Hospital da Mulher do Recife (HMR), dra. Isabela Coutinho; a diretora Médica do HMR, dra. Cínthia Komuro; e o superintendente Geral do HCP Gestão, dr. Filipe Bitu.

3-simposio-2.JPGSuperintendente de Ensino e Pesquisa do HCP e presidente do III Simpósio em Oncologia, dr. José Peixoto (Foto: Gustavo Penteado)

A discussão sobre inovações na oncologia foi a primeira palestra do evento, ministrada pelo médico dr. Nelson Teich, fundador e presidente do grupo Clínicas Oncológicas Integradas. Teich abordou as novas tecnologias e o futuro dos sistemas de saúde, passando por pontos expressivos, como a área financeira e como a corrupção pode impactar na área da saúde.

Em seguida, o convidado internacional dr. Renato Martins apresentou a palestra sobre pesquisa clínica. Reconhecido como referência em Oncologia, Dr. Renato é diretor da parte de tumores sólidos do Seattle Cancer Care Alliance, da Universidade de Washington (EUA). Durante sua palestra, o médico ressaltou a importância das pesquisas clínicas para o desenvolvimento de novas tecnologias e apresentou casos concretos de bons resultados obtidos durante a realização desses estudos.

3-simposio-11.JPGDr. Renato Martins, dr. Nelson Teich e dr. Marcelo Salgado durante debate no III Simpósio em Oncologia (Foto: Gustavo Penteado)

Além das palestras com temas independentes, esta edição do evento realizou conferências e mesas, compostas por profissionais de diversas especialidades. A Oncologia Torácica foi uma dessas mesas, por exemplo. Nela, avaliação mediastinal, SBRT e tratamento cirúrgico do câncer de pulmão foram abordados. A imunoterapia, considerada um dos maiores avanços no tratamento oncológico, também foi discutida pelo dr. Renato Martins. O evento apresentou, ainda, um simpósio satélite, que abordou o uso do Rádio-223 em pacientes com metástases ósseas.

Na área da Mastologia, o tratamento de câncer de mama HER2, o tratamento neoadjuvante do câncer de mama triplo negativo e o linfonodo sentinela foram os assuntos discutidos. Nessa mesa, os médicos dr. José Bines e dr. Eduardo Millen, ambos do Rio de Janeiro, foram os palestrantes. A radioterapia em mastectomia subcutânea também foi debatida, dessa vez pelos médicos Cássio Pellizzon, do Instituto A. C. Camargo, e dr. Diego Rezende. Na Urologia, dr. Clóvis Fraga explanou a implementação da cirurgia robótica no Nordeste e as implicações desse tipo de intervenção. Os avanços da medicina nuclear, tumores renais e metastáticos e radioterapia após cirurgia de câncer de próstata também foram discutidos.

A Oncogenética também teve seu espaço no III Simpósio do HCP. Dr. João Bosco, diretor executivo do Genomika Diagnósticos, abordou os testes genéticos e os riscos hereditários para o câncer. Conduzida pelo dr. Vandré Carneiro, a mesa trouxe para o debate aspectos importantes, como a realização do aconselhamento genético sem a disponibilidade do teste molecular. Inclusive, esse serviço é oferecido no HCP e realizado pelo próprio dr. Vandré. O papel das cirurgias ginecológicas redutoras de risco para o câncer também foi discutido. O tema, que veio à tona para a sociedade quando a atriz Angelina Jolie declarou ter passado por uma cirurgia desse tipo, foi apresentado pela dra. Audrey Tsunoda.

3-simposio-8.JPGDra. Audrey Tsunoda abordou papel das cirurgias redutoras de risco (Foto: Gustavo Penteado)

Já discutida em outro momento do simpósio, a cirurgia robótica foi tema da mesa de Cabeça e Pescoço, que contemplou mais duas palestras de dr. Renato Martins: câncer de cabeça e pescoço e da tireoide, ambos metastáticos. As abordagens do tratamento na Oncoginecologia e na Cirurgia Geral também estiveram na programação do Simpósio. 

3-simposio-12.JPGA cirurgia robótica fez parte das discussões da mesa de Cabeça e Pescoço (Foto: Gustavo Penteado)

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais