Cirurgia inédita em Ortopedia Oncológica é realizada no HCP - HCP - Hospital de Câncer de Pernambuco

Cirurgia inédita em Ortopedia Oncológica é realizada no HCP

Gostou? Compartilhe com seus amigos.

marcelo-souza_400x250.jpg

Quando o assunto é tumor ósseo, o Hospital de Câncer de Pernambuco é destaque no atendimento e na qualidade assistencial oferecida. Pela primeira vez, duas técnicas, uma japonesa e uma espanhola, foram emparelhadas em uma única cirurgia para que pacientes de tumor ósseo tivessem suas vidas de volta à normalidade. Foram cinco pessoas operadas com a técnica até o momento.

As cirurgias foram realizadas pelo chefe do Serviço de Ortopedia Oncológica do HCP, o médico Antonio Marcelo Souza, e consistiram em combinar a técnica de congelamento ósseo (para eliminar possíveis resquícios de células tumorais do paciente) com a técnica de epifísio distração, cujo objetivo é ampliar a margem de segurança do tumor ósseo para tentar minimizar os efeitos da cirurgia convencional. A sequência, dita de maneira simplificada, é uma forma de ampliar a margem do osso através da colocação de aparelho que promova a separação da parte doente do osso afastando-o da área sadia, congelar o osso para matar células tumorais resistentes a quimioterapia pré operatória e recolocar o mesmo osso, dessa vez congelado, com margem de segurança ampliada. Essa combinação dessas duas técnicas é inédita e foi realizada pela primeira vez no mundo pela equipe de Ortopedia Oncológica do HCP.

livro-dr-marcelo.JPG

Um artigo do médico Antonio Marcelo Souza foi publicado na segunda edição do livro espanhol Cañadell’s Pedriatic Bone Sarcomas, de Mikel San-Julian, o espanhol que criou o método epifísio distração, com quem o médico brasileiro aprendeu a técnica. O outro método, de congelamento, foi ensinado pelo Serviço de Ortopedia da Universidade de Kanazawa sob a chefia do Prof. Tschuyia.

Todo esse movimento atesta a qualidade médico-científica dos profissionais de saúde da instituição, que se preocupa continuamente com o processo de aprendizagem e formação continuada de seus profissionais. Eles continuamente lançam técnicas pioneiras como esta para atender da melhor forma os pacientes de câncer músculo-esquelético.