Destaque Inferior

Notícias quem ficam no destaque inferior da página inicial

euqueromais.jpg

Na última sexta-feira (7), os integrantes do Bloco Lírico Eu Quero Mais chegaram cedo ao Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Com roupas coloridas, sorrisos fartos e ao som de músicas conhecidas do Carnaval pernambucano, adentraram ao setor dos ambulatórios, animando quem estava por lá. Não demorou muito para pacientes e acompanhantes que esperavam pelas consultas acompanharem os passos dos integrantes do grupo. Há 10 anos o Bloco leva o Carnaval aos que não podem curtir a folia na rua.  

euqueromais3.jpg

“Nossa proposta é trazer um pouco de alegria para quem está com dor. A receptividade é maravilhosa”, diz, emocionada, uma das fundadoras do Eu Quero Mais, Naíze Abreu. Segundo o oncologista clínico do HCP, dr. Igor Montenegro, a ação também tem influência no tratamento. “Os pacientes tendem a evoluir melhor, porque lidam com a doença de forma mais alegre e otimista”, diz.

euqueromais2.jpg

No mês do Carnaval, onde as exposições aos fatores de risco para doença aumentam, o Hospital de Câncer preparou uma campanha nas redes sociais (facebook e instagram - @sigahcp), com discas para aproveitar a folia com sabedoria. “Evitar exposição ao sol sem proteção, não fazer uso de cigarro e altas doses de álcool, utilizar preservativo nas relações sexuais, são algumas das medidas que devem ser tomadas para prevenir-se de vários tipos de câncer”, alerta dr. Igor.

 

DSC00225_EDIT.jpg

 

Nesta terça-feira (21), recebemos uma visita especial - o proprietário do Armazém Coral Achaqui, Domingos da Silva Moreira, nosso parceiro há mais de sete anos. Aos 84 anos de idade e com uma vontade enorme de ajudar, Domingos veio reafirmar seu compromisso com a nossa instituição e realizou, mais uma vez, uma doação muito importante. ⠀

Além do recurso financeiro de R$ 72.000,00 (setenta e dois mil reais), que será repassado em parcelas mensais durante todo o ano, também doou materiais de construção, no valor de R$60.000,00 (sessenta mil reais), que serão destinados ao setor de Manutenção, responsável por realizar reformas e melhorias dentro do hospital. Os equipamentos também serão repassados mensalmente, de acordo com as necessidades do hospital. As doações totalizam a quantia de R$ 130 mil reais.  ⠀

arcomix-dezembro2019.JPG

O ano começou com o pé direito. O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) recebeu a maior quantia arrecadada pelo Troco Solidário desde o início da campanha, criada pela rede de supermercados Arco-Mix, em novembro de 2018. A soma de dezembro resultou em R$ 61.847,39, que serão destinados ao tratamento dos pacientes. Ao todo, já foram doados mais de R$ 500 mil reais, valor que já auxiliou na compra de uma nova ambulância, de uma impressora 3D, além da internalização do serviço de telemarketing.

A entrega simbólica aconteceu na última terça-feira (14), na loja Arco-Mix Massangana, Piedade. Na ação, a presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, grupo voluntário que atua no HCP, agradeceu a apoio dos doadores. “Cada moeda doada permitiu que os pacientes pudessem passar o Natal e o Ano Novo em casa, com seus familiares. Continue nos ajudando, o HCP precisa muito”, disse Maria da Paz. 

Na campanha Troco Solidário, os operadores de caixa das 19 lojas da rede e do atacarejo Arco-Vita estimulam os clientes a doarem as moedas do troco ou, se preferirem, outro valor para ajudar a instituição. “Nós nunca desistimos, nosso compromisso com o HCP é sério. Sabemos da necessidade do Hospital de Câncer e estimulamos os clientes a ajudarem. Reforçamos como o tratamento e os equipamentos são caros e como essa ajuda é importante para a instituição”, explica Lilian Silva, encarregada de frente de loja da Arco-Mix Massangana. 

 

Fellowship é um programa que objetiva especializar médicos por meio do acompanhamento de atividades práticas e teóricas que envolvem uma determinada especialidade. Primeira instituição do Nordeste a oferecer esse tipo de especialização, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) abriu vaga em duas categorias: Urologia Oncológica e Neurocirurgia Oncológica, sendo a última, a novidade acadêmica da instituição, fruto do investimento em Ensino e Pesquisa. Para se inscrever, os profissionais devem enviar seus currículos acompanhados de uma carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., de 1º de janeiro a 14 de fevereiro de 2020. O início das atividades está previsto para 1º de abril de 2020.


Nos programas, um médico urologista e um médico neurocirurgião terão acesso, durante 12 meses, ao funcionamento dos serviços no HCP, compartilhando conhecimento com o corpo clínico de profissionais que são referência nas especialidades.


Para o Fellowship em Urologia, estão previstas, entre outras atividades científicas, cirurgias de alta complexidade, laparoscopia e biópsia de próstata. "No HCP, o fellow – ou seja, o participante - acompanhará os médicos do serviço de Urologia durante as consultas, os estudos de caso e procedimentos cirúrgicos", pontua dr. Luiz Henrique Araújo, urologista e supervisor do Fellowship em Urologia.


Já para o programa em Neurocirurgia, cirurgias endoscópicas, cirurgias de alta complexidade, atividades científicas e um observeship não remunerado opcional no Swedish Neuroscience Institute em Seattle (Whashington, EUA) são atividades programadas. De acordo com dr. Frederico Tavares, coordenador do programa, "O fellow em Neurocirurgia terá a oportunidade de trabalhar de forma integrada caso a caso com as diferentes especialidades do HCP. Com o novo programa, o HCP consolidará sua natureza de formação de profissionais especializados nas diversas sub áreas da Oncologia", pontuou.


Confira as etapas dos processos seletivos:


FELLOWSHIP EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA

  • Envio de currículo Lattes + carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. - 01/01/2020 a 14/02/2020
  • Avaliação curricular e entrevista – 05/03/2020
  • Divulgação do resultado – até 15/03/2020
  • Início das atividades – 01/04/2020
  • Duração: 1 ano

FELLOWSHIP EM UROLOGIA ONCOLÓGICA

  • Envio de currículo Lattes + carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. - 01/01/2020 a 14/02/2020
  • Avaliação curricular e entrevista – 20/02/2020
  • Divulgação do resultado – 06/03/2020
  • Início das atividades – 01/04/2020
  • Duração: 1 ano

missa1.JPG

Na última quarta-feira (18), funcionários, voluntários, acompanhantes e pacientes que aguardavam pela consulta nos ambulatórios se reuniram na capela do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) por um motivo especial: a missa de Natal da instituição. “Estamos aqui para agradecer a Deus pelos frutos que colhemos em 2019, e pedir graça para o ano de 2020”, pontuou o celebrante padre Fábio de Queiroz.

A celebração contou com a participação musical do Instituto Sol Maior. Mais de 10 músicos apresentaram conhecidas canções na missa e, antes, no prédio dos ambulatórios, tornando a manhã dos pacientes e acompanhantes mais agradável. Nas palavras do maestro Ricardo Diniz, uma experiência imensurável: “Ficamos encantados em realizar este pequeno concerto, levando a todos um pouco de luz em forma de som, em forma de harmonia, e em forma de amor. Além de dar, também recebemos muito carinho de cada um dos pacientes que nos abraçaram em agradecimento”, pontuou o músico, que aproveitou para agradecer à equipe do HCP.

A Superintendente Administrativa do HCP, Claudia Barbosa, e a presidente da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer, Maria da Paz, trouxeram aos presentes uma palavra de gratidão pelo ano e bons votos para o ano de 2020.

IMG_0020.JPG

missanatal.jpeg

Referência em ensino e pesquisa, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) formou novos cirurgiões oncológicos, cirurgiões em cabeça e pescoço, oncologistas clínicos e mastologistas, fruto do Programa de Residência Médica da instituição. Na última semana, os profissionais defenderam seus trabalhos de conclusão, pesquisas clínicas realizadas durante os anos de vivência no hospital, necessárias para a conquista do título de especialistas. “A formação desses profissionais é muito importante, porque eles representam o coroamento de um esforço combinado e multidisciplinar frente aos grandes investimentos da instituição, tanto no ponto de vista estrutural, quanto acadêmico”, pontua o coordenador de Residência Médica do HCP, dr. João Karimai.

Promover atividades em ensino e pesquisa faz parte da identidade institucional do HCP. Através das descobertas científicas e estudos clínicos realizados na instituição, há um retorno de melhoria na assistência prestada ao paciente oncológico. As pesquisas realizadas pelos novos especialistas formados pelo Programa de Residência Médica contribuirão ainda mais com a assistência integral e humanizada para os pacientes em tratamento de câncer. Como explica dr. Karimai, “Com o Programa, há a formação não só de profissionais competentes e compromissados, mas, também, o cumprimento do nosso papel profissional e social junto à demanda alta da sociedade e às características especificas do paciente oncológico. Agora, esses profissionais levam a imagem de um serviço que, de fato, investe no residente e fomenta o ambiente acadêmico, sempre priorizando as necessidades da sociedade”.

Confira os títulos dos trabalhos apresentados:

- Análise de Pacientes Submetidos à Maxilectomia no Hospital do Câncer de Pernambuco entre janeiro de 2016 e dezembro de 2018 – Dra. Priscila Florêncio Santos

- Análise da qualidade de vida e da reabilitação dos pacientes com câncer de laringe submetidos à laringectomia total no Hospital de Câncer de Pernambuco em 2014-2016 – Dra. Vanessa Stella Ferreira Silva

- Estudo de casos de melanoma em cabeça e pescoço do Departamento de Cirurgia de Cabeça e Pescoço no Hospital de Câncer de Pernambuco dos anos de 1996 a 2005 – Dr. Ricardo Alexandre Marinho da Silva

- Melanoma cutâneo avaliação do perfil epidemiológico dos pacientes do Hospital de Câncer de Pernambuco – Dr. Alisson Silva de Carvalho

- Prevalência da mutação do gene braf em pacientes com melanoma metastático no Hospital de Câncer de Pernambuco – Dra. Gisélia Maria Sales Tavares

- Avaliação de sobrevida dos pacientes com carcinoma escamoso de pulmão atendidos no Hospital do Câncer de Pernambuco nos Anos de 2005 A 2018 – Dr. Adriano Saboia de Andrade

- Avaliação da taxa de resposta patológica com a sobrevida livre de doença e sobrevida global das pacientes com câncer de mama subtipo her2 submetidas à quimioterapia neoadjuvante no Hospital de Câncer de Pernambuco nos anos de 2014 - 2016 – Dra. Juliana Beatriz de Oliveira Ferreira

 

O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) divulgou a lista de aprovados para o Dinter com a Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP, na modalidade pós-graduação em medicina translacional (clique aqui para conferir).

Os aprovados deverão comparecer à secretaria da Superintendência de Ensino e Pesquisa do HCP, localizado na Av. Cruz Cabugá, no período de 09 a 13 de dezembro de 2019, das 8h às 16h, para assinatura de contrato e pagamento da taxa, conforme indicado no documento.

O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) divulgou a lista dos aprovados na primeira etapa do processo seletivo para o Dinter IMIP/HCP, que pode ser conferida clicando aqui. Para a próxima etapa, os candidatos participarão de uma entrevista que será realizada no dia 03 de dezembro de 2019, das 8h às 12h, na Sala de Doutorado da Diretoria de Ensino do IMIP, localizado na Rua dos Coelhos, 300, no bairro da Boa Vista.

O programa propõe-se a formar Doutores que atuarão fortemente na consolidação do ensino, da pesquisa e da assistência à saúde.

 

Lucas Romão tinha 16 anos quando foi diagnosticado com linfoma, tipo de câncer que afeta o sistema de defesa do organismo. Nessa idade, os jovens estão se descobrindo e pensando na profissão que vão exercer no futuro, mas Lucas decidiu dedicar o seu tempo, entre um procedimento médico e outro, para ajudar pessoas que também estavam passando por tratamento. Ele não era paciente do HCP, também não tinha nenhum conhecido sendo acompanhado aqui, mas o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) foi uma das instituições que escolheu ajudar.

Ele criou o grupo Bem Infinito que, no primeiro dia, já reunia 30 voluntários, todos adolescentes, estudantes de diversas escolas do Recife, entre 15 e 17 anos. Juntos, mobilizaram outros parceiros e fizeram a primeira ação para o HCP, doaram alimentos para ajudar na produção das mais de duas mil refeições oferecidas, por dia, para pacientes, acompanhantes e funcionários.

A iniciativa dos jovens se estendeu para creches e casas de apoio, fizeram eventos de Dia das Crianças e outras datas comemorativas. Mesmo internado, Lucas não queria falar sobre a doença, fazia questão de participar de toda a organização das ações do grupo e, ainda, tinha tempo de pensar em outros projetos. A família explicou como sua personalidade forte e empreendedora ajuda diversas pessoas. “Apesar de jovem, Lucas tinha uma mente madura. Quando perguntávamos o que ele gostaria de ser no futuro, dizia querer ajudar o próximo. Também era um empreendedor nato, desde novo produzia pulseiras e colares para vender, depois criou alguns pontos de venda de brownie e empregou quem precisava”, lembra a irmã mais velha, Thais Romão.

Em novembro deste ano, aos 17 anos, Lucas faleceu, mas deixou um legado de amor ao próximo, carinho e amizade. Mesmo abalados, familiares e integrantes do Bem Infinito fizeram questão de vir ao HCP, onde tudo começou, na última quarta-feira (20). Trouxeram 122 cestas básicas, com itens importantes para o nosso setor de doações. “O Bem Infinito não vai acabar. Vamos manter o projeto que ele criou e continuar ajudando mais e mais pessoas”, destaca a namorada de Lucas, Luiza Diniz.  

Todos que fazem parte do Hospital de Câncer de Pernambuco agradecem essa linda atitude do Lucas, seus familiares e amigos. 

 

 

extrabom-trocosolidario.jpeg

Mais um supermercado abraçou o HCP e entrou na campanha Troco Solidário. Agora o supermercado Extrabom também fará doações mensais para a instituição. Na ação, operadores de caixa estimulam que os clientes deixem as moedas do troco ou, se preferirem, outro valor. Na primeira arrecadação da marca, a quantia de R$ 8.040,56 foi doada para a instituição. A entrega simbólica do valor foi feita hoje (17), no Extrabom das Graças, unidade que, embora tenha iniciado suas atividades há apenas um mês, foi a que mais arrecadou.

“Pequenas moedas fazem o grande. E assim, o troco vai somando e no final do dia temos o Troco Solidário. É um sentimento único de compaixão e alegria de saber que estou fazendo parte dessa campanha. Fico muito feliz, sou muito grata. O jeito de falar com o cliente faz diferença”, destaca Tatiana Cavalcanti, funcionária do Extrabom há 2 anos. A profissional ficou em 4º lugar no ranking das que mais arrecadaram. 

Para o gerente da unidade, Antônio de Assis, o sentimento é de empolgação: “Fico muito feliz e motivado, e motivo ainda mais as meninas”.

A rede de supermercado Arco-Mix, idealizadora da campanha, já destinou, desde novembro de 2018, mais de R$ 400 mil para o Hospital de Câncer de Pernambuco. Todos que fazem parte do HCP agradecem a iniciativa das empresas. 

 

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais