Serviço de Patologia do HCP recebe microscópio para cinco observadores - HCP - Hospital de Câncer de Pernambuco

Serviço de Patologia do HCP recebe microscópio para cinco observadores

Gostou? Compartilhe com seus amigos.

patologiaa.jpeg

Captação da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer, grupo voluntário que atua no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), o serviço de Anatomia Patológica do HCP agora dispõe de um microscópio para cinco observadores. O equipamento permite que uma mesma peça (material oncológico) possa ser analisada por cinco especialistas, simultaneamente, proporcionando benefícios à equipe, à formação dos residentes e aos pacientes. “A aquisição do microscópio de ensino é de grande importância para as atividades assistenciais e acadêmicas, beneficiando direta e indiretamente os pacientes”, destaca Gabriel Lotero, residente de patologia do HCP.

O serviço de patologia é responsável diagnóstico de doenças, através de análises realizadas em biópsias, peças cirúrgicas, necropsias e punções. Com o novo microscópio, será possível promover a discussão de casos com vários especialista, além da integração dos residentes, o que permite aumentar o conhecimento e a qualidade técnica da equipe e, principalmente, aumentar a qualidade do diagnóstico da doença do pacientes. Além disso, contribui para maior produtividade e agilidade na execução dos laudos, trazendo benefícios aos pacientes, uma vez que seu tratamento será iniciado de forma mais precoce. “A passagem de casos constitui uma reunião clínica para debater sobre as peças. É muito importante durante a formação profissional do residente em patologia, pois está para o patologista futuro, assim como o ato cirúrgico está para o cirurgião. Inclusive, outros especialistas envolvidos, que costumam vir para o departamento discutir determinados casos poderão participar da reunião para entender melhor o laudo histopatológico do paciente e conseguir conduzir o tratamento da melhor maneira”, destaca Daniele Godoy, representantes dos residentes de oncologia do HCP.

patolo.jpeg

Além do microscópio para cinco observadores, a Rede Feminina também doou uma televisão ao departamento. “A captação do valor foi feito com a ajuda de parceiros que entendem a importância de equipamentos de qualidade para o serviço de patologia, setor indispensável na definição do diagnóstico do paciente oncológico do HCP. Com a compra do microscópio, acreditamos que será possível oferecer mais agilidade e precisão”, destaca Maria da Paz, presidente da Rede Feminina.