Blog

extrabom-fevereiro.JPG

Na manhã desta terça-feira (18), no Extrabom supermercado, no bairro do Pina, mais um cheque da campanha Troco Solidário foi entregue ao Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). A quantia de R$10.966,97, referente ao arrecadado em janeiro, foi doada pelos clientes no ato da compra, através das moedas do troco. Iniciada em setembro de 2019, a campanha já reverteu mais de R$45 mil ao HCP.  

“Agradecemos a toda equipe Extrabom e, em especial, aos clientes, que nos ajudam nessa importante missão de acolher e tratar dos nossos pacientes. Cada moeda é especial e faz a diferença”, explica Norma Bravo, coordenadora de Captação de Recursos e Doações do HCP. 

Para Andrea Maria, funcionária do Extrabom há 15 anos, é uma emoção fazer parte desse projeto. “É uma felicidade, uma maneira de ajudarmos o próximo. Nós não escolhemos ter a doença, podemos precisar do hospital um dia”, diz. 

Para colaborar com a campanha Troco Solidário, basta destinar as moedas do troco ou, se preferir, outro valor, ao efetuar suas compras. A quantia doada contribui com o tratamento do paciente, auxilia na modernização do parque tecnológico e na melhoria das instalações físicas do hospital.

 

residentes1.jpg

Mais uma etapa foi concluída na vida profissional dos residentes do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Agora, após anos de vivência e aprendizado, eles receberam o título de especialistas em oncologia concedido pela instituição, que é referência na formação de profissionais. Para homenageá-los nesse momento importante, o HCP realizou, na última terça (11), uma cerimônia de encerramento.

Além dos novos especialistas, marcaram presença superintendentes, coordenadores e funcionários do HCP. “Que vocês sempre levem esses títulos com muito orgulho. Estamos sempre de portas abertas para vocês”, disse o coordenador de Residência Médica, João Karimai. “O crescimento e a qualificação de vocês foi evidente. Para o que precisarem, contem conosco”, pontuou a coordenadora de Ensino, Roberta Farias.

residentes0.jpg

Paraninfo da residência médica e agora médico cirurgião oncológico, Alisson Silva agradeceu em nome de todos: “A residência no HCP é um momento de muito crescimento, tanto pessoal quanto técnico. Quando a gente se coloca no lugar do paciente, a gente dá o nosso melhor”, disse. Representando os residentes da equipe multiprofissional, o agora enfermeiro oncologista, Antônio Vasconcelos, também aproveitou o momento para agradecer: “São anos que ficarão para sempre em nossas memórias. Somos gratos ao HCP”.

residente2.jpg

 

O Programa de Residência

Especializar e capacitar profissionais em oncologia tem sido uma das fortes atuações do HCP em Ensino e Pesquisa. São residências médicas, multiprofissionais e uniprofissionais, por meio das quais os residentes têm acesso ao serviço do hospital com profissionais de referência em todo o estado, com foco na integração, inovação e ampliação do conhecimento. “O HCP tem investido cada vez mais em qualificar profissionais para atuar em Oncologia. Aqui, eles aprendem com os melhores profissionais do mercado, além de terem acesso ao serviço que é referência em Pernambuco. É uma alegria formar esses novos especialistas, que também podem passar a integrar a equipe do HCP”, pontuou o assessor da Superintendência de Ensino e Pesquisa, Guilherme Costa.

residentes2.JPG

 

_MG_9576.jpg

Na última sexta-feira (7), o setor de Ensino e Pesquisa do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) realizou o II Pós San Antonio Breast Cancer Symposium, primeiro evento do Brasil promovido para debater os novos estudos, técnicas, e medicamento que poderão revolucionar o tratamento do câncer de mama, apresentadas durante a 42ª edição do San Antonio Breast Cancer Symposium, em dezembro de 2019, no Texas (EUA), maior evento do segmento realizado no mundo.   

O encontro reuniu cerca de 100 profissionais de saúde que trabalham na oncologia. “Com esse evento, além da atualização científica dos nossos profissionais, tentamos dar o que tem de melhor da oncologia mamária mundial e transferir para os nossos pacientes. Todas as inovações que são possíveis de serem feitas no Brasil, nós introduzimos através desse simpósio e discutimos a sua introdução nos demais meios, seja SUS ou privado”, destaca Marcelo Salgado, organizador do evento e oncologista clínico do Hospital de Câncer de Pernambuco.

_MG_9505.JPG

Entre os assuntos debatidos, a palestrante do evento Nilceana Freitas (Radio-oncologista do Hospital do Câncer Araújo Jorge, em Goiás), trouxe um estudo que propõe fazer radioterapia na mama num volume menor de radiação. “As mulheres passam a ter a oportunidade de receber menos radioterapia, além de receber radioterapia apenas no local onde o tumor é removido. O estudo comprovou que sendo mais econômico na radioterapia, é possível diminuir a toxidade da paciente, principalmente a toxidade da pele, traz benefícios de estética”, explica a profissional. 

_MG_9687.JPG

Outro tema importante foi abordado pelo médico mastologista, Eduardo Millen, sobre os estudos principais de cirurgia debatidos no simpósio em dezembro de 2019. Segundo ele, alguns estudos testaram se a cirurgia ainda era necessária no câncer de mama e se podia ser substituída por métodos de imagem que detectassem que não haveria mais presença de tumor em pacientes que receberiam tratamento antes da cirurgia. “Os estudos não mostraram segurança em substituir a cirurgia por métodos de imagem, pois ainda apresentam uma falha em cerca de 30%. Isso é muito importante, não só para o tratamento local da doença, mas para aplicação de novas terapias que possam diminuir o risco da paciente morrer de câncer de mama, uma vez que ainda existe doença residual depois do tratamento com quimioterapia”, detalhou dr. Eduardo Millen.

_MG_9738.JPG

Promover o ensino e a pesquisa faz parte da missão institucional do HCP. “Um simpósio como esse tem uma importância fundamental para a instituição, porque fortalece a nossa missão de disseminar o conhecimento na área de oncologia. O tema câncer de mama é muito abrangente, a incorporação de novos tratamentos está sempre em desenvolvimento e o Hospital de Câncer de Pernambuco não pode andar na contramão dessas inovações. Os novos tratamentos devem ser discutidos, para que possamos oferecer um melhor tratamento ao nosso paciente”, conceitua Hélio Fonsêca, superintendente geral do Hospital de Câncer de Pernambuco. 

_MG_9411.jpg

 

_MG_9461.jpg

  

DSC00652.JPG

Na loja Arco-Mix de Gaibú, colaboradores da rede de supermercados se reuniram, na tarde da última terça-feira (11), para entregar mais um cheque do valor arrecadado pela campanha Troco Solidário ao Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). A quantia de R$ 42.544,44 é referente ao arrecadado em janeiro pelas 19 lojas da rede e pelo atacarejo Arco-Vita, através do troco doado pelos clientes no ato da compra. 

A entrega desse mês será destinada à construção de um módulo no HCP, espaço necessário para auxiliar nas reformas da instituição “O módulo será utilizado para alocar setores que estejam passando por reformas. Uma obra muito importante para nós”, explica Norma Bravo, coordenadora do setor de Captação de Recursos e Doações do Hospital. 

Jackson Sales, gestor da loja em Gaibú, ressaltou a participação de toda equipe na campanha. “É uma honra podemos fazer a entrega desse cheque aqui na loja. É importante ressaltar a dedicação de toda equipe Arco-Mix, em especial as operadoras de loja, fiscal de frente de loja e, principalmente, aos nossos clientes. Sem eles, não seria possível alcançar esse valor”, ressalta.  

Na campanha os clientes da rede são estimulados pelos caixas dos supermercados a contribuir doando as moedas do troco ou, se desejar, outra quantia. O valor doado é registrado no caixa e na nota fiscal que é devolvida ao cliente.

Quem quiser ajudar através do Troco Solidário pode procurar qualquer loja da rede. Para outras formas de doar para o HCP acesse www.hcp.org.br ou ligue (81) 3217.8290

 

euqueromais.jpg

Na última sexta-feira (7), os integrantes do Bloco Lírico Eu Quero Mais chegaram cedo ao Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Com roupas coloridas, sorrisos fartos e ao som de músicas conhecidas do Carnaval pernambucano, adentraram ao setor dos ambulatórios, animando quem estava por lá. Não demorou muito para pacientes e acompanhantes que esperavam pelas consultas acompanharem os passos dos integrantes do grupo. Há 10 anos o Bloco leva o Carnaval aos que não podem curtir a folia na rua.  

euqueromais3.jpg

“Nossa proposta é trazer um pouco de alegria para quem está com dor. A receptividade é maravilhosa”, diz, emocionada, uma das fundadoras do Eu Quero Mais, Naíze Abreu. Segundo o oncologista clínico do HCP, dr. Igor Montenegro, a ação também tem influência no tratamento. “Os pacientes tendem a evoluir melhor, porque lidam com a doença de forma mais alegre e otimista”, diz.

euqueromais2.jpg

No mês do Carnaval, onde as exposições aos fatores de risco para doença aumentam, o Hospital de Câncer preparou uma campanha nas redes sociais (facebook e instagram - @sigahcp), com discas para aproveitar a folia com sabedoria. “Evitar exposição ao sol sem proteção, não fazer uso de cigarro e altas doses de álcool, utilizar preservativo nas relações sexuais, são algumas das medidas que devem ser tomadas para prevenir-se de vários tipos de câncer”, alerta dr. Igor.

 

Recife-detroitintranet.JPG

A conexão Recife-Detroit tem sido cada vez mais fortalecida no âmbito da Oncologia. Na última sexta-feira (31), especialistas em câncer do Karmanos Cancer Institute, nos EUA, desembarcaram no Recife para uma reunião com a superintendência e a equipe médica do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), realizada na biblioteca da instituição. “O objetivo é consolidar ainda mais o vínculo em ensino e pesquisa, estreitando os laços e efetivando um rodízio entre os residentes daqui e de lá”, aponta dr. Felipe Dubourcq, urologista responsável pela ponte entre o HCP e o Karmanos Cancer.

Na ocasião, a médica residente em cirurgia oncológica, dra. Cecília Lima, apresentou aos presentes o programa de residência médica, o departamento de cirurgia e os números assistenciais do hospital. Em seguida, o grupo realizou uma visita pela instituição, guiada pelo Superintendente Geral e de Ensino e Pesquisa, dr. Hélio Fonsêca, "Promover ensino e pesquisa com excelência é parte da missão do HCP. A parceria com o Karmanos Cancer Institute representa um grande avanço da instituição na formação e especialização de seus profissionais", pontua.

De acordo com o assessor da Superintendência de Ensino e Pesquisa, dr. Guilherme Costa, “Parcerias com outras instituições referência em oncologia fazem parte dos pilares de integração, inovação e ampliação, que compõem o Ensino e Pesquisa do HCP”. 

Simpósio Recife-Detroit

A parceria entre o HCP e o Karmanos Cancer Institute já existe há 10 anos, com a realização do Simpósio Recife-Detroit que, anualmente, reúne grandes nomes locais e internacionais da Oncologia para apresentar novidades e inovações no tratamento oncológico. A cada edição, o evento traz destaques na área, e propõe discussões clínicas entre os profissionais. 

 

DSC00405.JPG

Era 10h em ponto quando, na última sexta-feira (31), o casal Miriam Porciúncula e José Roberto Porciúncula, cirurgiões oncológicos do HCP, parou em frente à capela do Hospital. De mãos dadas, com a presença do filho e da neta, adentraram ao local ao som de “como é grande o meu amor por você”.  Esperando por uma missa para celebrar os seus 50 anos de união, se surpreenderam com o que foi preparado. A emoção tomou conta, e não demorou muito para as lágrimas começarem a rolar. Lá dentro estavam seus familiares, amigos de profissão, funcionários e voluntários da instituição - a capela, toda decorada com flores, na maioria girassóis.

O momento foi pensado e preparado, de surpresa, pela Rede Feminina, grupo voluntário do HCP. O objetivo era homenagear o casal por seus anos de casamento, mas também pelos seus 32 anos serviços prestados aos pacientes do setor de pélvis. Perguntado do segredo de todos esses anos vivendo e trabalhando juntos, José Roberto respondeu rápido. “É simples. Se completar”, disse emocionado.

Entre os momentos da missa, várias homenagens. Presidente da Rede Feminina, Maria da Paz, entregou um quadro, de honra ao mérito pelos serviços prestados. “Eles são um exemplo de amor, entre eles e para com o próximo”. A cerimônia ainda contou com a exibição de vídeos gravados com funcionários e pacientes, que deram um testemunho do relacionamento com o casal. Por fim, uma recepção com salgados e doces, além de um bolo decorado para as Bodas de Ouro. O casal ainda recebeu outro presente, um final de semana em um hotel, em Boa Viagem.

DSC00331.JPG

DSC00426.JPG

DSC00509.JPG

DESTQUE-SITE.jpg

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), são raros os casos de câncer que se devem exclusivamente a fatores hereditários. A maioria dos casos aparece de maneira esporádica, seja por mutações genéticas ou por fatores externos e hábitos pouco saudáveis.  Não fumar, utilizar protetor solar, manter uma alimentação saudável, evitar o excesso de álcool, vacinar-se, fazer os exames regularmente e praticar atividade física são alguns fatores que contribuem para reduzir as chances de uma pessoa ter a doença. 

Com a aproximação do Carnaval, a exposição a alguns fatores de risco aumenta, mas o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) lembra que é possível se divertir com sabedoria e prezar pela saúde.  As pessoas podem conferir as dicas no instagram e facebook @sigahcp, a partir do dia 10 de fevereiro.  “Faz parte da missão do HCP apoiar campanhas de prevenção. Neste mês, nosso objetivo é continuar estimulando atitudes saudáveis, deixando claro que mesmo em tempo de festa é importante prezar pela saúde e, consequentemente, prevenir o aparecimento de doenças no futuro”, explica o superintendente geral do HCP, dr Hélio Fonsêca.  

Adotar um estilo de vida saudável evitando a exposição a fatores de risco é a principal maneira de se prevenir contra o câncer. Com base num levantamento de dados do Center for Diseases Control and Prevention (CDC), dos Estados Unidos, excluindo-se os cânceres de pele não melanoma, 42% dos tumores malignos e 45% das mortes por câncer foram atribuídos a fatores evitáveis (cigarro, excesso de peso e álcool são as três principais causas). “O cuidado com a saúde deve ser um hábito diário, prezando por uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas. No Carnaval, estamos mais expostos a fatores que, em longo prazo, podem resultar no aparecimento do câncer, como exposição excessiva ao sol, alimentos processados e relação sexual sem preservativo. É possível brincar com sabedoria e pensando na saúde que queremos ter no futuro”, alerta Leila Taguchi, oncologista clínica do HCP.    

Infecções persistentes ocasionadas por alguns tipos do Papilomavírus Humano (HPV), transmitidas no ato sexual, estão diretamente ligados aos cânceres de colo do útero, vulva, pênis, uretra, boca, garganta e amígdalas. Como o contágio pode ocorrer mesmo na ausência de penetração vaginal ou anal, a vacinação é a maneira mais eficiente de prevenção. A vacina é oferecida pelo SUS e é indicada para meninas, entre 09 e 14 anos, e meninos, entre 11 e 14 anos, antes do início da vida sexual. Outros fatores de risco são: o início precoce da atividade sexual e o tabagismo. 

Excesso de peso corporal e alimentação não saudável (ou seja, pobre em frutas, vegetais e outros alimentos que contenham fibras, além da ingestão excessiva de carnes vermelhas e processadas - salsicha, mortadela, linguiça, entre outros), estão entre os principais fatores de risco para o câncer colorretal (intestino, cólon e reto). “Uma boa alimentação pode ajudar não só à manutenção de um corpo saudável, mas evitar várias doenças. No Carnaval, uma alimentação saudável minimiza a possibilidade de o folião passar mal, garante mais energia para curtir a folia e evita problemas para o futuro. Priorize a ingestão de frutas, proteínas e tenha atenção na qualidade higiênico sanitária do que você consome”, destaca a nutricionista especialista em nutrição oncológica do HCP, Andréa Barros.

Além de estar relacionado com mais de 50 tipos de doenças, o tabagismo está relacionado com o câncer de pulmão, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, leucemia, mama, entre outros. Não só no Carnaval, mas em todas as épocas do ano, o cigarro é um mal que prejudica não só quem fuma, mas todos a sua volta.

 

DSC00225_EDIT.jpg

 

Nesta terça-feira (21), recebemos uma visita especial - o proprietário do Armazém Coral Achaqui, Domingos da Silva Moreira, nosso parceiro há mais de sete anos. Aos 84 anos de idade e com uma vontade enorme de ajudar, Domingos veio reafirmar seu compromisso com a nossa instituição e realizou, mais uma vez, uma doação muito importante. ⠀

Além do recurso financeiro de R$ 72.000,00 (setenta e dois mil reais), que será repassado em parcelas mensais durante todo o ano, também doou materiais de construção, no valor de R$60.000,00 (sessenta mil reais), que serão destinados ao setor de Manutenção, responsável por realizar reformas e melhorias dentro do hospital. Os equipamentos também serão repassados mensalmente, de acordo com as necessidades do hospital. As doações totalizam a quantia de R$ 130 mil reais.  ⠀

Selecionada.JPG

A rede de supermercados Extrabom superou sua própria meta de arrecadação. Através da campanha Troco Solidário, em dezembro/2019, conquistaram o valor de R$ 20.114,18, proveniente do empenho das operadoras de caixa e a solidariedade da população. A quantia será utilizada para a compra de um microscópio para o departamento de Patologia - o equipamento vai ajudar os profissionais que trabalham no setor a realizar o diagnóstico de forma mais ágil e eficiente, visto que o novo aparelho permite que cinco profissionais trabalhem nas análises ao mesmo tempo. 

A entrega simbólica do valor aconteceu na manhã desta segunda-feira (20), no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), com a presença das operadoras que ficaram em primeiro lugar em arrecadação em suas lojas. Desde o inicio do Troco Solidário Extrabom, em setembro de 2019, essa foi a primeira vez que uma equipe da rede visitou a instituição. “Essa visita é muito importante, porque aumenta o envolvimento da equipe com a ação. Assim é possível vermos de perto a real situação e necessidades do hospital”, destaca Felipe Gomes, coordenador de marketing da marca. 

Para a operadora de caixa Valgeane Carvalho, da loja Extrabom Parnamirim, o dia teve um significado especial. “Hoje é o meu aniversário. Sinto que estou recebendo um presente em poder participar desse evento e ajudar as pessoas que tanto precisam”, alegra-se.  Ainda estavam presentes as operadoras Geny Rodrigues, loja Rui Barbosa; Simone Edilene, loja Torre; Lucinara Silva, loja Olinda; Any Gabriely, loja Av. Norte; Elizoneide Maria, loja Pina; Fernanda Nascimento, loja Piedade; Virginia Santos, loja Boa Viagem. 

extrabomtroco.jpeg

“É como uma gota d’água que forma um oceano. Cada ajuda é especial e importante. O Hospital de Câncer precisa de cada doação”, destaca Isabel Maria, voluntária do HCP há 40 anos. 

extrabom-troco.jpeg

 

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais